Papa Francisco vai fazer cobranças a classe politica brasileira e não vai usar carros blindados

Publicado em Categorias Últimas

papa

 

VATICANO – O papa Francisco vai cobrar da classe política que deixe de “oprimir” o povo por “interesses egoístas” e assuma suas “responsabilidades” por criar uma “sociedade justa”. Quem faz a revelação é o próprio porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, que indica que o papa pedirá ainda “respeito” pelos pobres.

Em entrevista exclusiva ao Estado, o responsável pela mensagem do Vaticano confirmou que Francisco pedirá uma mudança de atitude dos líderes e antecipou o conteúdo de alguns dos discursos do pontífice.

Lombardi ainda revelou que o papa passou uma ordem clara aos organizadores de sua segurança e às autoridades brasileiras: não quer nenhum obstáculo entre ele e o povo.

Jamil Chade – O Estado de S.Paulo

bravo_640x408

Nada de carros blindados, apesar da insistência do governo Dilma, ou de veículos sofisticados, como nas visitas dos papas João Paulo II e Bento XVI: o papa Francisco circulará a partir de segunda-feira no Rio de Janeiro a bordo de dois modelos da Fiat, um Idea branco e um Bravo preto.

Ambos sem acessórios, conforme pedido expresso do Vaticano à Fiat do Brasil, que está preparando os veículos para serem entregues no domingo no Rio. Insulfim nos vidros, por exemplo, nem pensar, conforme foi especificado. As placas dos carros serão do Vaticano.

Francisco é até capaz de quebrar a tradição de pompa do Vaticano, como está fazendo agora. Mas não se atreveu a escolher um carro de uma montadora não italiana…

por Lauro Jardin – Revista Veja

idea2013

0Shares