A renda renascença da Paraíba foi a grande estrela do desfile de Fernanda Yamamoto – na São Paulo Fashion Week – Inverno 2016

Publicado em Categorias Últimas

1 2 3 4 5 6 7 8 9 11 12 13fernanda-yamamoto-spfw-inv16-033-654x983 fernanda-yamamoto-spfw-inv16-036-654x983 fernanda-yamamoto-spfw-inv16-037-654x983g h i jk l m mm n o p q r s t u

Fernanda Yamamoto SPFW- Inverno 2016 foto: Ze Takahashi/FOTOSITE

v

x

z zz zzz

A renda renascença da Paraíba foi a grande estrela do quinto dia de desfiles da São Paulo Fashion Week que termina nesta sexta-feira (23) à noite no Prédio da Bienal, na capital paulista. As artesãs e a gestora do Programa de Artesanato da Paraíba, Lu Maia, participaram do desfile usando modelos criados pela estilista Fernanda Yamamoto que se apaixonou pelo Cariri e construiu sua coleção inspirada na região.

Fernanda Yamamoto que foi a Paraíba sete vezes durante um ano e três meses para conhecer o trabalho desenvolvido pelas mulheres e a história da vida das rendeiras foi encantando a estilista assim como a própria região com todos as suas características como o sol escaldante, o céu azul sem nuvem, terra seca, calor, flora e as casinhas coloridas perdidas na paisagem. “Cada vez que viajava e conhecia não apenas a renda, mas a vida, o trabalho e a força das mulheres da região resolvi fazer uma coleção focada não apenas na renda, mas nas histórias de luta e superação todos os dias”, disse a designer.

Na passarela, vestidos, saias e blusas além de casacos curtos e longos foram construídos com pontos singelos, batizados de pipoca, esteirinha, corrente, cianinha e abacaxi, desenhados pela estilista e desenvolvidos por 40 artesãs dos municípios de Camalaú, Monteiro, São Sebastião do Umbuzeiro, Zabelê e São João do Tigre, da região do Cariri, através do Programa de Artesanato da Paraíba.

“Faço renda desde os sete anos. Aprendi com a minha mãe que aprendeu com a minha avó Adelaide Bezerra que que faz renda até hoje”, disse Genilda Marques da Silva, uma das artesãs que desenvolveu a renda criada pela estilista. Ela revelou que trabalha 12 horas por dia e até nos sábados e domingos.

A gestora do PAP, Lu Maia, disse que ficou muito feliz com o sucesso da coleção desenvolvida pela estilista. “ A renda renascença é o meio de sobrevivência de várias mulheres que participam do programa do Governo. Hoje elas puderam ver seu trabalho na passarela de um dos maiores eventos de moda do mundo e ainda participaram do desfile assim como eu. Foi muita emoção ver a nossa renda no SPFW”, disse.

Texto – Lilian Moraes – Jornal Correio da Paraíba

Fotos – Zé Takahashi / Ag. Fotosite

Direção criativa

Fernanda Yamamoto

Styling

Daniel Ueda

Beleza

Marcos Costa

Direção de desfile

Renata Jay

Veja o video:

0Shares