O diretor da Unifacisa e da Fundação Pedro Américo – Dalton Gadelha, fala da reativação do Museu de Arte Assis Chateuabriand

Publicado em Categorias Destaques, Últimas

O diretor cultural da Fundação Pedro Américo, Dalton Gadelha esteve presente nesta sexta-feira, na assinatura do convênio de cooperação entre a Universidade Estadual da Paraíba, a Fundação Padre Anchieta (SP) e a Fundação Pedro Américo (ligada à Unifacisa) em favor da reativação do Museu de Arte Assis Chateuabriand, em Campina Grande, localizado no bairro do Catolé.

O museu encontra-se fechado desde o ano passado.

Segundo Gadelha, em entrevista ao programa ´Conexão Caturité, da Rádio Caturité FM (104.1), a ideia surgiu quando assistia ao programa ´Ideia Livre´ (apresentado todas as terças-feiras na TV Itararé, após o Jornal da Cultura), na qual o reitor da UEPB, professor Rangel Júnior, falava sobre as dificuldades orçamentárias de manter o museu.

O reitor, durante o referido programa, também falou dos insucessos na busca de parcerias público-privadas.

“Em seguida, falei com Rangel da possibilidade de união entre as instituições visando um museu com outros moldes, com tecnologia e com a ideia de que no espaço fosse possível a produção de vídeos e documentários. Dessa forma, a partir de hoje (dia 9/11) fica firmada a parceria entre as instituições”, discorreu Dalton para os ouvintes.

Informações do site Paraíba Online!

0Shares